Pesquisar este blog

Carregando...

O que acontecera' com filhos de incredulos no Arrebatamento? - Bruce Anstey

Será que as crianças, filhas de incrédulos, seriam levadas no Arrebatamento para serem poupadas da Grande Tribulação? Por ser a Grande Tribulação um período tão terrível, muitos acreditam que Deus não permitirá que as crianças venham a passar por ela. Essas pessoas acham que todas as crianças serão tiradas do mundo quando a Igreja for levada no Arrebatamento. Seu argumento é que todas as crianças estão sob o abrigo do sangue.

Participantes da Natureza Divina - 2 Pedro 1 - W. T. P. Wolston

O grande cuidado que o apóstolo tem para escrever pela segunda vez a estes crentes hebreus dando-lhes instruções a respeito de seu andar, e advertindo-os dos males que viriam, é uma prova clara de que ele não contava com uma continuação da ordem apostólica. O tema geral da carta e seus detalhes também excluem tal pensamento. Certamente, no segundo capítulo, foi mostrado o estado terrível que estava previsto, e então, que Deus julgaria todo aquele cenário.

A Lei de Cristo - E. Dennett

"Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo" Gálatas 6:2

A única questão a ser considerada nesta passagem é quanto ao significado da "Lei de Cristo". Costuma-se dizer que esta seria a lei do amor, o que é verdade, mas será que não podemos ser mais precisos? O versículo que vem antes exorta aquele que é espiritual a restaurar um irmão que caiu, "olhando por ti mesmo, para que não sejas também tentado." (Gl 6:1). Entendemos que isto nos fala do homem espiritual que, ciente de sua própria tendência de cair, deve agir com toda a mansidão para com aquele que foi "surpreendido nalguma ofensa", e em graça se identifica com a condição do outro ao tomar sobre si a sua carga de pecado e dor, tendo em vista o seu socorro e restauração. Ora, isto é exatamente o que o próprio Cristo fez — só que de forma perfeita — tanto em vida quanto na morte.

Ismael e Maalate

A história de Ismael é um desses raios dourados da graça de Deus ocultos ao leitor casual. Sabemos pouco de Ismael. Ele tinha, talvez, quinze ou dezesseis anos, quando zombou de seu irmão Isaque e por isso ele e sua mãe foram expulsos da casa de seu pai para se transformarem em andarilhos sedentos. Você se lembra do desespero de Agar e de como ela lançou o menino debaixo de um arbusto, e sentou-se defronte dele a uma boa distância e disse: "Que eu não veja morrer o menino. E assentou-se em frente, e levantou a sua voz, e chorou." (Gn 21:16).

A Autoridade Divina Delegada 'a Assembleia - R. Guillen

“Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu”. Mt. 18:18

Não há nenhuma dúvida que o assunto da autoridade da Assembleia local, para ligar e desligar em nome do Senhor Jesus Cristo, representa o poder mais alto e extraordinário que lhe foi concedido e confiado. Tal autoridade foi delegada e garantida pelo próprio Senhor Jesus Cristo para ser exercida em Seu nome e em Seu lugar. E como a Assembleia possui tão nobre e elevado privilégio, isso por sua vez, compromete sua maior responsabilidade, pois embora tenha todo o poder de exercer essa autoridade de sua competência, existe a grande necessidade de administrá-la em temor e dependência do Senhor, e no âmbito de esfera própria em que tal autoridade foi delegada.

"Todos os que lançarem mão da espada" - John Kulp

Estas palavras de suave repreensão foram ditas pelo Senhor Jesus a Seu discípulo, Pedro, logo após Judas ter traído o Mestre. Pedro tinha acabado de sacar sua espada com a qual cortou a orelha de um servo do sumo sacerdote, quando Jesus disse-lhe: "Embainha a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão." (Mateus 26:52; João 18:11). O Senhor deixou bem claro que Ele não desejava que Seus discípulos se levantassem em defesa dele, independente de quais fossem suas boas intenções.

Como se reune uma assembleia biblica?

A primeira característica proeminente de uma assembleia reunida biblicamente é que ela vai se reunir somente ao nome do Senhor Jesus Cristo. Em Mateus 18:20 o Senhor disse: “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”. Isto foi dito aos Seus discípulos na formação da Igreja no dia de Pentecostes (At 2).  1 Corintios 5:4, “Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo...” foi escrito depois de a Igreja ter sido estabelecida. Fica claro a partir destas duas passagens que, conforme a vontade de Deus, a reunião da Igreja para adoração, ministério e ações administrativas deve ser feita somente “ao nome do nosso Senhor Jesus Cristo”.

Quando baixamos o nível de Deus - C. H. Mackintosh

Toda experiência e modo de agir do cristão dependem do lugar que Deus ocupa em seu coração. Em outras palavras, existe uma conexão moral muito forte entre a estima que temos de Deus e nossa conduta. Se nossos pensamentos acerca de Deus forem baixos, também será baixo o padrão do andar cristão; se forem elevados, aí o resultado será correspondente.

Encorajamento para pais jovens - H. Brinkmann

Meu propósito ao abrir o Evangelho de João é encorajar aos que são mais jovens, aos que se encontram no processo de educar seus filhos, e que não passaram por uma das experiências mais dolorosas que alguns de nós experimentamos, que é ver seus filhos abandonarem a assembleia. E espero que se isso acontecer, você encontre o conforto que há na palavra de Deus e que o Senhor nos tem dado.

O Amor de Deus: Limitado, Universal ou Incompreendido? - John Kulp

Na raiz de algumas das questões doutrinárias mais difíceis da fé cristã está a falta de entendimento do amor de Deus e sua relação com a graça de Deus. Existem aqueles, por exemplo, que declaram que o amor de Deus não iria permitir que algum pecador viesse a perecer ou ir para o inferno; este ensino é chamado de "Universalismo". Há cinco anos o líder de uma mega-igreja chamado Rob Bell escreveu um livro neste sentido no qual afirma que as pessoas recebem uma eternidade de oportunidades após a morte para responderem ao amor de Deus, e por isso ninguém iria se perder no final. Do outro lado do espectro teológico, por assim dizer, estão aqueles geralmente conhecidos por "hiper calvinistas", que afirmam que quando o Senhor Jesus disse a Nicodemos em João 3:16 que "Deus amou o mundo de tal maneira", o que ele teria realmente dito foi que Deus amou o mundo dos "eleitos", e não todos os seres humanos.

Postagens populares