Pesquisar este blog

Casamento em um mundo arruinado pelo pecado

Tudo neste mundo carrega a prova inconfundível da presença e devastação do pecado. Espinhos e cardos, a produtividade do solo diminuiu, trabalho e cansaço, tristeza e lágrimas, doença e morte, tumulto e discórdia, tudo mostra a sua parte na sombria história da queda do homem. A abençoada relação do casamento que Deus instituiu para alegria do homem padece desta mesma ruína.


É importante que o filho de Deus se lembre de que este não é o seu descanso e que mesmo as próprias bênçãos de Deus que estão conectadas com esta terra, contém a marca do pecado e suas consequências terríveis. Podemos pegar as coisas que Deus em Sua graça nos concede durante a nossa passagem pelo mundo, agradecer a Ele por elas e usá-las, mas ao mesmo tempo lembrar do seu carácter transitório e passageiro. Nada aqui é o que Deus quer para nós, nem há nada aqui para ser comparado com as bênçãos e a alegria que nos esperam quando estivermos com e como Cristo. Por isso, é um erro alguém ter em seu coração e mente o casamento como o objetivo de sua alegria esquecendo-se de que "o tempo se abrevia... que os que têm mulheres sejam como se as não tivessem" (1 Coríntios 7:29). E sob esta luz podemos aceitar o casamento como aqueles que "usam deste mundo, como se dele não abusassem" (1 Coríntios 07:31).

Paulo disse aos crentes de Corinto que aqueles que se casam teriam problemas na carne, mas ele os teria poupado. Doenças, provações e dificuldades de diversos tipos serão encontradas no estado conjugal, algumas das quais não serão conhecidas pelos solteiros. Sendo assim, não devemos ser enganados quanto ao caráter de todos aqui, embora Deus possa usar as muitas provações para a bênção da nossa alma como parte de nosso aprendizado.

O solteiro
Paulo, inspirado pelo Espírito de Deus, foi levado a dar o seu próprio julgamento espiritual dizendo que a parte mais elevada na separação para Deus seria a de permanecer solteiro e esperar no Senhor sem distração (1 Coríntios 7). No entanto, não são todas as pessoas que podem receber isso, como o próprio Senhor disse em Mateus 19. Muitos através das eras têm, como Paulo, o casamento deixado de lado a fim de serem mais livres para servir ao Senhor. Agora para muitos, assim como para ele, o caminho é longo e pouco importa se eles eram casados ​​ou não, mas tudo feito para Cristo ainda terá a plena recompensa daquele que não é injusto para esquecer o menor detalhe da sua dedicação.

Alguns amados santos têm sido conhecidos por serem muito infelizes porque o casamento não foi realizado em suas próprias vidas, mas devemos questionar a sabedoria e amor d'Aquele que deu o Seu Filho para nós? Ele não leva em conta as circunstâncias da nossa vida? Se Ele vê o casamento como o melhor para nós, Ele não nos teria dado? Não devemos acreditar que ainda O louvaremos pela Sua sabedoria em afastar algumas coisas que pensávamos serem desejáveis? Com certeza ainda veremos nestas mesmas coisas que tentam nossos espíritos o trabalho de Sua sabedoria, amor e poder. O desejo para o casamento é, no entanto, uma das coisas que podemos simplesmente levar ao Senhor e deixar o nosso pedido com Ele (Filipenses 4:6).

Uma amada irmã solteira no Senhor, hoje já com Ele, costumava comentar que pessoas as solteiras podem ser alegres se quiserem, enquanto os casados ​​serão alegres se puderem. Embora esta não seja uma declaração das escrituras, ela contém alguma boa sabedoria humana. Podemos pegar qualquer circunstância do Senhor e buscar Sua graça para caminhar alegremente nela. A alegria de uma pessoa solteira não depende do caráter, disposição ou consideração de um cônjuge, embora o homem ou a mulher casada é até certo ponto dependente da compatibilidade do cônjuge.

Esta não é uma palavra contra o matrimônio, mas uma forma de apresentá-lo em outros seus aspectos e por outros ângulos. Existem desafios que são comuns ao homem desde a queda e os cristãos não podem esperar escapar de todos eles. Que possamos ter uma visão equilibrada de tudo o que está aqui.


Paul Wilson, novembro de 2014



(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Postagens populares